blog

Vale a pena investir na bolsa de valores americana? Veja como!

09/04/20
Veja como vale a pena investir na bolsa de valores americana.

Vale a pena investir na bolsa de valores americana? Veja como!

A palavra do momento é “crise”, não é verdade? Sobretudo no Brasil, vivemos crises políticas, socioeconômicas, cambiais e etc. Como a pandemia do novo Coronavírus, vemos crises ao redor do mundo. Então, pode parecer que nenhum investimento está seguro e você pode começar a se perguntar se vale a pena investir na bolsa de valores americana, mesmo em um cenário mundial caótico.

Vamos lá... Antes de tudo, não existe investimento isento de riscos. Por outro lado, as crises e seus riscos podem representar também boas oportunidades de faturamento. Por exemplo, investimentos em crescimentos de dividendos.

Então, o que o investidor precisa fazer após ter conhecimento das oportunidades de investir nos Estados Unidos é traçar o melhor caminho para sua jornada financeira.

Aqui na Pride One, aplicamos a estratégia de avançar e focar em investimento em ações de empresas e reit’s - Real Estate Investment Trust — que apresentem potencial de crescimento, pagamentos de dividendos consistentes, governança e participem de mercados de interesses.

Neste artigo, vamos mostrar algumas métricas que utilizamos para avaliar uma empresa antes de estruturarmos o nosso portfólio. Confira! 

Bolsa de valores americana: o que são dividendos?

Em primeiro lugar, dividendo é uma forma de remuneração que as empresas fazem aos seus acionistas de tempos em tempos.

Esta remuneração é feita em dinheiro, sendo anunciada pelo Conselho de Administração. Então, é estabelecida uma data para o seu pagamento.

Portanto, os dividendos são a parte que os investidores têm dos lucros da companhia, uma vez que são sócios dela.

Obviamente, os dividendos recebidos são proporcionais a quantidade de ações possuídas. Dessa forma, quanto maior o número de ações, maior será o valor de dividendos recebidos.

Assim sendo, quando uma empresa obtém lucro de suas operações a gestão da empresa pode escolher entre duas opções: 

  • Distribuir este lucro aos seus acionistas; ou 
  • Reter este lucro na esperança de que o valor retido possa ampliar os lucros no futuro. Consequentemente, aumentar os lucros futuros também.

Por outro lado, uma organização precisa crescer os lucros de maneira representativa para justificar a retenção dos lucros ao invés da distribuição de dividendos.

Como funciona na prática

De maneira geral, a frequência da distribuição dos dividendos pode variar em termos temporais. Pode ser mensal, trimestral, semestral ou até anual. Desse modo, cada empresa tem a sua política de dividendos. Porém, o mais usual é trimestral.

Um fator interessante: os dividendos são pagos independente da variação da cotação de uma ação. Ou seja, as ações podem estar em queda ou em alta e seu patrimônio oscilar. Mas, os dividendos são pagos independente das condições do mercado.

Portanto, os dividendos dependem apenas da capacidade da empresa de gerar caixa para pagar dividendos, e não do “humor” do mercado acionário. E as empresas que pagam dividendos geralmente construíram um posicionamento de mercado sólido e estão em um estágio mais maduro, já tendo passado por um ciclo de crescimento elevado no passado e agora apresentam taxas moderadas de crescimento.

Então, se você está se perguntando se vale a pena investir na bolsa de valores americana, considere ser um investidor de crescimento de dividendos!

Dividendos: quais as principais métricas para análises?

Todo investimento precisa de acompanhamento e análises. Com os dividendos não é diferente. Assim, quem aplica esse tipo de estratégia deve acompanhar algumas métricas importantes. 

Estas métricas ajudam o investidor a ter uma visão sobre a saúde da empresa. Assim, é possível saber se uma determinada empresa é interessante para o investidor interessado em dividendos.

Desse modo, as métricas mais importantes para quem quer estudar dividendos e investir na bolsa de valores americana são:

Dividendo Yield 

É a métrica que resulta da divisão dos dividendos pagos nos últimos doze meses pelo preço de uma ação. Por exemplo, se uma empresa pagou R$1,00 de dividendos nos últimos anos e vale R$20,00 na bolsa de valores americana, o seu Dividendo Yield será de 5% (R$1,00/R$20,00). 

Em teoria, quanto maior o Yield, melhor. Porém, na prática existem diversas empresas com Dividendos Yield elevado, mas que não são bons investimentos. Pois, seus dividendos não são sustentáveis.

Payout

Esta métrica é o resultado da divisão dos dividendos distribuídos e o lucro de uma empresa.

Por exemplo, se a empresa distribuiu R$50 milhões de dividendos nos últimos doze meses e lucrou R$100 milhões, o seu payout será de 50% (R$50mi/R$100mi).

O valor que não é distribuído na forma de dividendos é retido pela empresa. Este valor retido é usado para a companhia fazer investimentos, realizar aquisições ou reduzir o seu endividamento.

Dessa forma, existem algumas empresas que conseguem crescer distribuindo quase que a totalidade de seus lucros. Posteriormente, explicaremos como essas organizações conseguem agir dessa maneira. 

Em suma, empresas que conseguem crescer distribuindo dividendos costumam representar ótimos investimentos. Portanto, vale considerar em seus investimentos na bolsa de valores americana.

Endividamento

Ao analisar o dividendo de uma empresa é importante estar de olho também na sua saúde financeira. Uma organização com endividamento elevado dificilmente conseguirá manter um patamar de dividendos elevados durante muito tempo.

Então, como medir se o endividamento é elevado? Existem duas métricas importantes que medem o endividamento. Ambas utilizam o endividamento líquido como parte da equação.

Dívida líquida é o quanto que a empresa deve aos credores descontados o que a empresa tem em aplicações financeiras. Se ela deve R$200 milhões e tem R$50 milhões em aplicações, a sua dívida líquida é de R$150 milhões (R$200mi-R$50mi).

  • Dívida Líquida sobre Patrimônio Líquido: esta métrica mede quanto a empresa deve em relação ao seu patrimônio. Se ela deve R$50 milhões e tem patrimônio líquido de R$100 milhões, deve 50% de seu patrimônio. Idealmente, procure investir em empresas que devam menos do que 100% de seu patrimônio;
  • Dívida Líquida sobre o Lucro Operacional: esta métrica mede quanto a empresa deve em relação ao seu lucro. Se ela deve R$100 milhões e tem lucro operacional de R$50 milhões, deve 2x o seu lucro operacional. Idealmente, procure investir em empresas que devam menos de 3x o seu lucro operacional.

Sendo assim, instituições que têm endividamento controlado são mais seguras e menos expostas à boa vontade dos bancos. Mesmo em tempos de crise.

Bolsa de valores americana: o poder dos juros compostos e da reaplicação de dividendos

Os juros compostos, também conhecido como “juros sobre juros” são mecanismos poderosos de geração de riqueza ao longo prazo. De maneira geral, são frequentemente menos prezados pelos investidores e pelas pessoas.

Porém, os juros compostos nada mais são do que juros que se acumulam sobre o capital principal e também sobre os juros já acumulados em um investimento. Diferentemente dos juros simples, que são mecanismos em que o juro é cobrado apenas sobre o valor inicialmente investido. Por outro lado, nos juros compostos, os juros e o retorno são pagos sobre o montante atualizado. Incluindo os juros já recebidos.

Dessa forma, um investimento que está sobre juros compostos receberá os juros ou rendimentos de sua aplicação. E o próximo juro recebido será não apenas sobre o valor inicial, mas sobre o montante total, incluindo os juros. Assim sendo, os juros compostos possibilitam um efeito multiplicador poderoso e mais rápido.

Exemplo prático

Imagine que um investidor aplique R$ 10.000,00 em um investimento de juros simples. (Uma Letra de Câmbio, por exemplo). Imagine que seja um investimento de 5 anos de duração e que pague 0,80% ao mês líquido de IR. Esse investidor receberá R$ 80,00 por mês durante esses 5 anos. Pois, os 0,80% remuneram sempre sobre o capital inicialmente aportado, e não o acumulado (Juros simples).

Então, ao final desse período, o investidor teria recebido R$ 4.800,00. Ou seja, um retorno total aproximado de 48% sobre o capital inicial. 

No caso de um investimento com juros compostos, como a taxa incide sempre sobre o montante atualizado, incluindo juros, o retorno acaba sendo muito superior, principalmente em períodos mais longos. Caso consideremos os mesmos R$ 10.000,00 sobre a mesma aplicação, mas com juros compostos, o resultado obtido em juros nos mesmos 5 anos seria de R$ 6.420,49. Portanto, um resultado cerca de 30% maior.

Usando os juros compostos através dos dividendos 

No caso do investimento em ações, ou fundos imobiliários, os juros compostos também podem estar presentes. Dessa maneira, podem gerar resultados ainda muito maiores, basta o investidor ter o hábito de reinvestir seus dividendos.

Viu como vale a pena estudar as oportunidades da bolsa de valores americana e do mercado financeiro?

Aqui na Pride One entendemos que é fundamental reaplicar seus dividendos durante a fase de formação de sua carteira previdenciária, já que é esse hábito que possibilitará a multiplicação do patrimônio no longo prazo. 

Dessa forma, investir com foco em dividendos no longo prazo é uma tarefa que requer paciência e pode levar muito tempo até que o investidor adquira um montante que julgue razoável. Mas, os persistentes e pacientes são os maiores recompensados no longo prazo!

Sendo assim, quando o investidor recebe os dividendos e utiliza-os para comprar mais ações, o número de ações da carteira cresce e o próximo pagamento de dividendos terá como base uma posição acionária maior.

Renda Fixa X Dividendos

Um ponto bastante comum que leva os investidores evitarem a renda variável e o investimento em ações é comparar o Dividend Yield de uma empresa com o juro de uma renda fixa.

Entendemos que essa comparação seja equivocada tendo em vista os pontos que explicaremos a seguir. Por outro lado, os juros da renda fixa dependem das taxas de juros. Logo, se essas taxas são estáveis ou decrescentes, os juros também não irão crescer.

Acompanhe e veja como a bolsa de valores e os dividendos podem ser mais vantajosos para sua carteira de investimentos!

As empresas e seus dividendos crescem

De maneira geral, os dividendos e as distribuições de proventos de uma empresa tendem a evoluir no longo prazo. Afinal de contas, as companhias podem crescer, investindo em novos projetos, na expansão de suas operações, reajustando os preços de seus serviços /produtos e também tendo um aumento da demanda em sua atividade.

Imagine uma situação em que um investidor realizou o investimento de R$ 10.000,00 em ações de uma empresa que cresce, em média, 10% ao ano em termos nominais e negocia hoje com um Dividend Yield de 5%. Esse investidor receberá cerca de R$ 500,00 no primeiro ano.

Caso esse investidor resolva utilizar todos seus dividendos como complemento de renda para ajudar a custear suas despesas pessoais, dentro de 10 anos, estará recebendo cerca de R$ 1.300,00. Além disso, como a empresa cresceu, seu capital naturalmente evoluiu com a valorização de suas ações, tornando o seu capital principal maior e superior à inflação do período.

Empresas que cresceram seus dividendos: como funciona na prática na bolsa de valores americana

No mercado de ações e da bolsa de valores americana é comum encontrarmos instituições que cresceram suas distribuições de proventos ao longo do tempo. Afinal, como já ressaltamos, as empresas tendem a crescer e expandir seus lucros.

Como os dividendos não são nada mais do que parcelas de seus lucros que são distribuídas, se os lucros crescem, os dividendos refletem esse crescimento naturalmente.

Partindo dessa premissa, podemos avaliar que uma empresa que paga hoje cerca de R$ 0,50 por ação ao ano, e que representa 4% ao ano em Dividend Yield, caso essa empresa obtenha um crescimento médio de 15% ao ano, este valor dobraria a cada 5 anos, assim, esta quantia seria quadruplicada em 10 anos.

O ideal é combinar

Entendemos que uma das formas mais inteligentes de se investir em ações na bolsa de valores é investindo em empresas que já apresentem um Dividend Yield razoável atualmente (pelo menos 4%), mas que também tenham boas perspectivas de crescimento.

Assim, o investidor não abrirá mão no presente da geração de uma renda atrativa através de proventos. Mas, principalmente, obterá um crescimento de sua renda passiva ao longo do tempo, por conta do crescimento desses dividendos.

Assim, investir em empresas com essas características é uma forma bastante eficiente e comprovada de se obter retornos interessantes no longo prazo na bolsa de valores americana e ainda gerar uma generosa renda de proventos no futuro.

Empresas que pagam dividendos interessantes e que também crescem são as que costumam entregar um dos maiores retornos aos investidores no longo prazo.

Já empresas em setores decadentes, empresas endividadas, mal administradas, que não investem de forma eficiente e nem cresceram seus resultados de forma expressiva no passado, dificilmente conseguirão entregar dividendos constantes aos seus acionistas e muito menos crescentes. Dessa forma, este tipo de empresa deveria ser evitada pelos investidores.


Banner-Envio-USA-BRA-To-World-Blog

Bolsa de valores americana: avaliando perspectivas

Já entendemos que empresas que crescem entregam retornos elevados e aumentam suas distribuições de dividendos, inclusive podendo gerar retornos bem mais elevados que instrumentos de renda fixa. Mas o investidor pode se perguntar: “como avaliar se uma empresa poderá de fato crescer?”.

Avaliar se uma empresa tem de fato um potencial expressivo de crescimento requer alguns estudos, mas é uma tarefa acessível a todos investidores.

Em geral, para analisar as perspectivas de crescimento de uma empresa, devemos avaliar a gestão e os resultados históricos da companhia, que demonstram a eficiência da administração da empresa e o crescimento passado da companhia. Afinal, não adianta uma instituição fazer parte de um setor promissor, mas apresentar uma gestão pouco eficiente.

Desse modo, uma empresa que vem apresentando crescimentos expressivos ao longo do tempo demonstra que sua administração está sendo eficiente em gerir as operações da organização. E também está usufruindo do crescimento do segmento como um todo.

Métricas, indicadores e segmento

Além disso, é importante analisar outras métricas, indicadores e fatores a fim de investir nos EUA. A saber: 

  • ROE (Return On Equity): Retorno sobre o Patrimônio. Este é um indicador que mede a capacidade de agregar valor de uma empresa a partir de seus próprios recursos e do dinheiro de investidores;
  • ROA (Return on Assets): Retorno sobre o Ativo. Conhecido por ser um indicador que apresenta como a empresa é rentável em relação ao seu total de ativos, o ROA fornece uma visão de quão eficiente é a gestão da empresa na utilização de seus ativos para gerar ganhos;
  • ROCE (Return on Capital Employed): O retorno sobre o capital empregado é um índice financeiro que mede a lucratividade de uma empresa e a eficiência com a qual seu capital é usado. Em outras palavras, o índice mede quão bem uma empresa está gerando lucros com seu capital;
  • Preço da Ação VS. Valor Justo: O preço justo é o valor intrínseco de um ativo. Obviamente, este valor é uma opinião de quem está o avaliando. Muitas vezes este preço justo é consideravelmente maior ou menor do valor pelo qual o ativo é negociado;
  • Segmento e Fosso Econômico: Fator que não deve ser negligenciado, é o segmento que a empresa está inserida e o seu fosso econômico, que se refere à capacidade de uma empresa manter uma vantagem competitiva em relação aos seus rivais e assim proteger sua rentabilidade e participação de mercado ao longo prazo.

Como ser bem-sucedido ao investir na bolsa de valores americana?

Ao decidir entrar neste mercado, você precisa definir um caminho e persistir nele com paciência. É necessário aplicar estratégias eficientes e acompanhar métricas capazes de indicar os resultados dos seus aportes.

Mesmo em tempos de crise, encontramos oportunidades relevantes no mercado. Nesse sentido, os dividendos de empresas fortes em setores promissores podem ser as melhores opções. Sobretudo, quando você tem ao seu lado uma consultoria experiente e confiante nesse mercado. Quer desfrutar dessas oportunidades e vencer a volatilidade com um suporte qualificado? Criar um patrimônio sólido por meio das vantagens da bolsa de valores americana, sem temer crises nacionais ou internacionais? Conte com a Pride One! Somos especialistas em investimentos internacionais e operações de câmbio.

Fale conosco e vamos traçar o seu caminho nesta jornada!

#eusouprideone #iamprideone

Carlos Augusto
Founder / CEO – Pride One

Se você gosta do meu trabalho, seja um Patrono para me encorajar a fazer mais. Obrigado!

Compartilhe esse conhecimento

Artigos Relacionados

O poder da Constelação Sistêmica para o desenvolvimento humano e de suas finanças
20/05/24

Como a Constelação Sistêmica Familiar pode atuar no seu relacionamento com o dinheiro e motivar seu crescimento financeiro

Descubra como a Constelação Sistêmica Familiar é uma estratégia que ajuda você a se desenvolver pessoalmente e como investidor de alto nível.
Como receber salário do exterior pode ser mais simples e seguro
26/04/24

Como receber salário do exterior com segurança e sem taxas abusivas

Quer descobrir como receber salário do exterior sem letra miúdas, taxas abusivas e com muito mais tranquilidade e segurança? Leia aqui!
Relação entre câmbio e expansão de negócios a nível global
27/02/24

Câmbio: O Segredo para Expandir seus Negócios Além das Fronteiras

Descubra a importância do entendimento de câmbio para alavancar seu negócio. Dicas práticas e essenciais para expansão de negócios à nível global.
1 2 3 63
Contato

Fale Conosco

Meu nome é Carlos Augusto e estarei guiando você nas áreas de câmbio, remessa e investimento.

Vamos falar sobre como ampliar os seus horizontes de investimentos juntos?

Envie seus dados que entrarei em contato com você.

    Eu concordo em receber comunicações, de acordo com o Aviso de Privacidade da Pride One.
    Ao informar meus dados, eu concordo com o Aviso de Privacidade.

    Florianópolis - SC - BRA - 88035-200

    Atendimento online por videochamada (Google Meet). Para reunião presencial consulte disponibilidade.

    Não realizamos venda de papel
    moeda no local.

    E-mail: fln@prideone.online
    Orlando - FL - USA - 32819

    Atendimento online através de videochamada (Google Meet). Para reunião presencial consulte disponibilidade.

    E-mail: mco@prideone.online
    Siga nossas Redes Sociais
    PRIDE ONE
    EXCHANGE – REMITTANCE - INVESTMENT
    Made with PRIDE in Florianópolis – SC – Brazil and Orlando – FL – USA
    PRIDE ONE SOLUÇÕES LTDA é um correspondente cambial credenciado pelo Banco Central do Brasil.
    PRIDE ONE SOLUTIONS LLC é um agente autorizado da Golden Money Transfer, Inc.
    Não realizamos negócios nem mantemos o dinheiro de clientes.
    Toda comunicação através da rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas.
    Esse site é seguro. Trabalhamos 100% em criptografia SSL.
    cross